3 erros para serem evitados na aquisição de energia

3 erros para serem evitados na aquisição de energia

Para muitas empresas, comprar energia se tornou uma simples rotina. Quando o contrato de energia se aproxima do vencimento, a empresa assina um novo contrato ao preço da ocasião e aceita os termos e condições do atual fornecedor.

Também comum, algumas empresas tem um olhar superficial sobre alguns aspectos chave de compra de energia elétrica que podem gerar grandes reduções de custo ao longo do tempo. Toda a empresa tem pressão para redução de custos, porém poucas tem uma política de compras de energia elétrica rodando que teriam grande potencial de redução de custos. Quando o diretor iniciar questionamentos sobre a política de redução de custos para a empresa em termos de energia elétrica, você deve estar preparado para informar que realizou todas as tarefas necessárias para conseguir o melhor preço possível.

Apesar dos melhores esforços, algumas empresas ainda sucumbem em vários erros que podem elevar os custos de energia a um nível muito maior que precisariam. Abaixo vamos falar de 3 erros importantes que podem causar preços elevados de energia e o que você pode fazer para evita-los.

Erro nº1. Comprar apenas quando o contrato está finalizando

Se a sua empresa está apenas comprando energia quando o tempo de contrato de suprimento está próximo do fim, você provavelmente estará pagando mais pela energia do que precisava.

Os preços de energia são flutuantes, e você pode comprar energia a longo prazo a qualquer momento, de forma antecipada à entrega do contrato. Isso significa que a empresa pode capturar momentos de preços baixos de energia e assegurá-los no longo prazo, de forma pró-ativa.

Vamos dizer que a sua empresa tem um contrato por um período de mais 24 meses, mas você percebe que o preço de energia no mercado está sendo ofertado pelo menor preço histórico. Sua empresa pode comprar a energia a esses preços para os outros 12, 24 ou 36 meses com um novo contrato a ser entregue ao final do período, garantindo assim que a empresa pagará preços menores em um longo período de tempo.

Ao contrário, empresas que comprar energia apenas quando o contrato está expirando estão expostos ao preço ofertado naquele momento. Se os preços de eletricidade estiverem altos, não haverá grandes possibilidades de solução a não ser pagar mais pelo mesmo produto.

Esta é a razão com que as empresas escolhem parceiros que podem prover as ferramentas e serviços necessários para garantir o processo de monitoramento de preços e gatilhos de compra de energia. Obviamente a sua empresa tem muitas preocupações e problemas para lidar, mas o monitoramento de preços de forma regular poderá lhe assegurar grandes ganhos durante um longo período de tempo e uma assessoria pode auxiliar no atingimento dessas metas.

Erro nº2. Não saber quando comprar

No esforço de capturar preços baixos de energia, algumas empresas vão a mercado apenas nos meses úmidos, quando pode haver uma oportunidade de maior geração hidráulica, e portanto, uma melhor condição de compra. Mas isso não é determinístico, e sim probabilístico. Não há como afirmar que os meses de chuva trarão menor preço de energia e que esses afetem os preços de longo prazo.

Portanto, esta não é a única maneira de tentar capturar preços baixos. Por exemplo, já houve preços futuros e spot praticados em meses de inverno que foram melhores que meses do verão.

Dada a complexidade dos modelos de predição de preços e de demanda de energia ao longo do tempo, o importante é garantir o constante monitoramento de preços com as corretas ferramentas e a correta comunicação, sem os quais não haverá uma política de compra de energia, e sim uma tentativa de, por sorte, ter bons preços sendo ofertados.

Erro nº3. Comprar apenas de 1 fornecedor

A comodidade de comprar energia de uma empresa já conhecida pode também trazer consigo um preço embutido, que seria o de pagar mais por um mesmo produto.

Embora outras questões, além de preços, sejam importantes para a definição do fornecedor de energia, obviamente existem diferenças entre os comercializadores e geradores que podem trazer grande benefício de custo a longo prazo.

O importante é avaliar se a condição ofertada pela empresa fornecedora condiz com que o mercado pratica. Além disso, vale consultar diferentes produtos em diferentes fornecedores, como por exemplo, a compra de energia flat de um local outra com flexibilidade para compor os momentos de maior demanda. Comparar diferentes propostas e não se travar por um longo período de tempo com incertezas à frente é importante para garantir que tudo que poderia fazer para redução de custos foi realizada.

O agente consumidor no mercado livre de energia tem a prerrogativa de poder consumir de quantos fornecedores quiser, desde que acordado em forma de contrato. É preciso balancear as compras para verificar se não seria viável comprar uma parte de energia de um fornecedor e outra parte de outro.

Portanto, ilustramos acima alguns erros que podem trazer os custos de aquisição de energia a um alto patamar. Não deixe à sorte a política de compra deste insumo na sua empresa, por ser um produto comprado em grandes quantidades de MWh, alguns reais podem fazer bastante diferença nos lucros finais da empresa.

A Inter Energia é especializada em Mercado Livre de Energia e poderá auxiliar a sua empresa a implementar uma política de compras de energia que garanta uma aquisição saudável de energia no longo prazo. Entre em contato com a gente.