O que é Eficiência Energética

O que é Eficiência Energética

Acesso à energia elétrica é indispensável para a vida, e principalmente para a atividade industrial.

Assim que uma economia se industrializa, cresce e se torna dependente de novas estruturas e tecnologias, a energia elétrica se torna ainda mais importante para as pessoas, empresas e nações.

Mesmo com crescimento das demandas por energia elétrica, também existe a preocupação de como essa energia é gerada e de que forma e intensidade ela é consumida.

Não é segredo que há grande aumento da demanda de energia no Brasil e no mundo, mas cada vez mais há consciencia de utilizar o recurso de uma forma eficiente.

A ameaça das mudanças climáticas, poluição do ar por efeito de queima de combustíveis fósseis e utilização de tecnologias ultrapassadas na geração são algumas das preocupações que passam a surgir.

Assim, cada vez mais, ser eficiente energeticamente será a ordem do dia para as pessoas, empresas e países.

Um dos problemas que impedem melhorias de eficiencia energetica é a falta de entendimento da sua definição.

Energia é definido como a capacidade de um sistema de performar trabalho. No contexto de eficiencia energetica industrial, energia se refere às várias formas de geração de energia que possam ser compradas, estocadas e utilizadas em equipamentos ou processos, como por exemplo, carvão, óleo combustível, gás e eletricidade.

A utilização de energia inclui aquecimento, refrigeração, processos produtivos, transportes e etc.

O que realmente quer dizer Eficiencia Energetica?

Para fins práticos, a eficiência energética pode ser definida da seguinte forma:

“A eficiência energética é medida como a razão entre a produção útil do uso final e a entrada de energia associada. Em outras palavras, é o relacionamento entre quanta energia é necessária para alimentar uma tecnologia (por exemplo, uma lâmpada , caldeira ou motor) e o serviço de uso final (por exemplo, iluminação, aquecimento ou potência do motor) que a tecnologia fornece”.

Quando falamos de eficiência energética de forma macro, geralmente queremos dizer um processo de melhoria em vez de tratar em um único ponto do tempo. As eficiências energéticas fundamentais tendem a melhorar ao longo do tempo devido a melhorias nas tecnologias  existentes e na invenção de outras novas. A política de eficiência energética deve visar a aceleração desta taxa de melhoria. No contexto industrial, isto significa acelerar a taxa de redução de uso de energia por unidade de produção industrial.


A confusão com o termo Conservação de Energia

A conservação de energia é outro termo que se tornou popular após as crises do petróleo da década de 1970 e ainda é usado às vezes em discussões sobre eficiência energética. Mais comumente se refere
para reduzir ou interromper uma atividade usando energia, como desligar uma luz ou uma máquina ou dirigindo menos quilômetros. Embora haja indubitavelmente ocasiões em que é uma opção positiva, o termo pode ainda ter conotações negativas entre os não especialistas por causa da implicação de que usar menos energia significa fazer menos ou fazer um sacrifício.


Essas conotações são contraproducentes ao promover as vantagens de melhorar eficiência energética. O termo deve, portanto, ser evitado.


Gerenciamento de energia

Gestão de energia é o conjunto de processos e ferramentas de gestão para gerir a utilização e comra de energia nas empresas, ou seja, gerir o processo de melhoria da eficiência energética, gestão dos custos energéticos e gestão riscos energéticos.

O reforço da capacidade de gestão de energia nas empresas deve ser o principal alvo das políticas energéticas em todos os lugares.


Em suma, é possível que o legado confuso do termo “eficiência energética” e a política de eficiência energética, por si só, funciona como um impedimento à ação efetiva de políticas e diretrizes que criem condições de uso eficiente de energia.