Estudantes desenvolvem projeto para construir primeiro barco solar do ES

Estudantes desenvolvem projeto para construir primeiro barco solar do ES

A Energia Solar se tornou objeto de estudos de um grupo da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). O “Solares” é um projeto de extensão de alunos de engenharia, que tem como missão divulgar e explorar aplicações de energia solar e construção naval e vai dar vida ao primeiro barco solar do Estado. 

Ao todo, 18 alunos dos cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção e Engenharia de Computação compõem a equipe. Para o Gerente de Marketing do projeto, Rafael Castro, o Estado tem um grande potencial para energia solar e a construção do barco é um pontapé para explorar esse recurso.”O Espírito Santo tem potencial grande para energia solar, mas ela não é tão desenvolvida assim. Assim, o melhor jeito de começar foi construindo o primeiro barco movido exclusivamente a energia solar”, explicou. 

O estudante explica ainda que outros itens foram desenvolvidos como apresentação do projeto. Um exemplo é o carregador solar de celular. “Nós temos um carrinho solar e também o carregador solar de celulares, que foram iniciativas que começaram no ano passado. Queríamos explorar algo para mostrar que a equipe estava surgindo, aí desenvolvemos e colocamos o carregador no prédio para o pessoal ver”, explica. 

Com o projeto pronto, o grupo agora está em busca de patrocínio e de ajuda para conseguir os objetos necessários para a construção do barco. Uma delas vem da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que se comprometeu a ajudar e agora só precisa de transporte para trazer os materiais. Com a criação do barco, o grupo participa do Desafio Solar Brasil 2017, no Rio de Janeiro. 

Evento 

O Desafio Solar Brasil é um rali de barcos movidos à energia solar para estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas de energias alternativas e assim divulgar o potencial dessas tecnologias aplicadas em embarcações de serviço, recreio e transporte de passageiros. A data da edição deste ano ainda não foi divulgada, mas os estudantes já se preparam para apresentar o barco. 

Fonte: Folha Vitória