Reajuste Tarifário EDP Bandeirante Energia – 2017

Reajuste Tarifário EDP Bandeirante Energia – 2017

A ANEEL Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou reajuste médio de 24,37% na tarifa da EDP Bandeirante a partir do dia 23/10/2017. A companhia atende 19 cidades do Vale do Paraíba, dentre elas, Aparecida, Caçapava, Cachoeira Paulista, Canas, Caraguatatuba, Cruzeiro, Guaratinguetá, Jacareí, Jambeiro, Lorena, Monteiro Lobato, Pindamonhangaba, Potim, Roseira, Santa Branca, São José dos Campos, São Sebastião, Taubaté e Tremembé.

Para os consumidores residenciais, a alta média será de 22,59%; já para a indústria, a elevação média será de 27,31%.

O aumento ficou bem acima da inflação nos últimos 12 meses, de 2,53%. A justificativa para a elevação na tarifa é o custo para produção de energia e os encargos impostos às concessionárias. Outras operadoras de todo país também receberam autorização para corrigir a tarifa. 

 Se a sua empresa tem demanda contratada acima de 500KW, você pode sair do mercado regulado e acessar o mercado livre de energia. Assim, poderá ter fortes reduções de custos, além de ser detentor da estratégia de energia da empresa, sem estar sujeito às oscilações determinadas pela Aneel no Mercado regulado.

Vale a pena migrar para o Mercado Livre?

Abaixo fizemos uma simulação de custos no Mercado Cativo contra o Mercado livre de Energia com preço de energia livre a R$ 300,00, R$ 270,00 e R$250,00/MWh a fim de examinarmos se haveria possibilidade de redução de custos com a migração ao Mercado Livre. Os resultados estão abaixo:

Simulamos uma empresa que possua demanda de 500 Kw, com consumo ponta de 20.000 KWh e consumo fora ponta de 200.000KWk.